A senhora do Ônibus

A senhora do Ônibus

Novamente ela sobe no ônibus.
Cabelo armado, pintado, mas arrumado,
o que ela quer esconder?
a velhice, talvez a calvice,
nunca vi um armarrado como ela amarra na marra.
Do lado da borboleta me fita nos olhos …
senta ao meu lado mesmo com outros acentos vazios …

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s