Pensamentos

(Texto escrito para prova de redação quando eu cursava a 1ª série de ensino médio e me valeu um DC)

Me chamam Marcos, na realidade meu nome todo é um palavrão, e como podem ver é uma palavra grande e sempre um grande nome, por isso costumo assinar Marcos Egito.

Sou um sonhador das coisas possíveis (que para alguns e impossível), sonho um mundo justo onde o povo busque cada vez mais aprender e não se limite apenas a receber o conhecimento limitado que lhes dão, um mundo onde a tão esperada paz e igualdade seja uma real construção de todos e só uma bela frase estampada em cartazes e camisas …
Não entendo a vida, e por isso não me limito a aceita-la como ele é. Quero respostas que me possibilitem ao menos entender o que se passa, penso e sei que o meu bem viver depende de como eu trato bem os outros e tudo.
Muitas lembranças trago comigo, poderia detalha-las aqui e se tornariam uma infinidade sem fim, os bons momentos de gargalhadas vivido ao lado de meus amigos, ficar só com minha esposa curtindo seu carinho, as viagens que ja fiz intermunicipal, estadual, nacional …
Sinto-me triste quando vejo o que estamos fazendo a nós mesmos, que mundo iremos deixar para nossos filhos? sinto falta de minha Mãe e meu Pai e hoje sei que não é tristeza mais sim uma recordação pois eles estão aqui comigo agora.
Eu sou assim esta coisa complicada mais do meu jeito!!

“Melhor que dizer, perdoe-me e aproveitar da chance que a vida te dar e não erra de novo! ”
(eu mesmo)

 

Anúncios

Voltar para casa após a aula!

Voltar para casa após a aula …

Gente compartilho com vocês um pequeno texto que escrevi, um trabalho de aula de redação.
Três forma de contar a mesma coisa.
Vale lembrar que não é uma ficção eu vivo isto todas as noite quando vou a escola …

Redação Descritiva
A Volta para casa após a aula e um tanto, complicada. pois o individuo tem de se acomodar em um veículo que comporta 12, pessoas, mais que neste horário chega a transportar 24, por sorte esperar pelo transporte na praça rende algumas regalias, você vai se sentar atrás, onde não será possível por ninguém em pé ou quase sentado ao seu colo, de la se pode apreciar como se sente uma sardinha enlatada, quem sabe não é como estão os outros a sua frente quase deitados um sobre as costa do outro, fazendo o possível e impossível para se equilibrar, postura reclinada como se tivesse um serio bico de papagaio ou qualquer outra lesão na coluna, este é apenas um dos tantos sofrimento por quais passam quem trabalha e estuda a noite.
Redação Narrativa.

Ao voltar para casa após a aula, a situação de Marcos e um tanto complicada, pois ele tem de pegar uma Combi lotada, algumas vezes ele tem sorte, e pode se sentar atrás la apesar do imprensado ninguém lhe incomoda, e ele fica observando as outras pessoas.
Marcos fica olhando e pensa que uma sardinha enlatada deve se sentir daquele jeito, ele vê o esforce que fazem aqueles que estão ali, Marcos, tem de passa por isso todas as noites de segunda a sexta pois trabalha durante o dia e só lhe resta tempo para estudar a noite.
Redação Dissertativa.

O transporte alternativo de Camaragibe a noite por volta das 10 hora é uma calamidade.
Temos de andar em combis que é para transportar 12 pessoas, mas chegam a transportar 24, é de da dó o desespero das pessoas, elas fazem de tudo só não querem ficar mais tempo no ponto de espera por isso se submetem a andar em pé e curvado dentro dos veículos. Eu muitas vezes presencio esta situação e me pergunto será que isto um dia ira mudar?
Quem sabe, tudo estar na mão do povo, somos nos que temos de reivindicar melhorias, temos de brigar por nossos direitos.
Somo todos cidadão, que trabalhamos e estudamos, fazemos a mudança, agora devemos cobra da administração de Camaragibe um transporte melhor.